Elcio Moraes: TÃO INDIFERENTE Saudade doi no peito de...

TÃO INDIFERENTE

Saudade doi no peito de quem sente,
Quando alguém se faz ausente,
E ainda mais aumenta o amor da gente.

Nada faz com que a dor se afugente,
E o que se faz em nós presente,
É só a tristeza inconsolávelmente.

Até que nos apercebemos de repente,
Que enquanto este bem estava presente,
Parecia-nos tão indiferente...

Escrito por elciomoraes

Inserida por elciomoraes