Augusto Branco: Segunda Chance Cuide para não...

Segunda Chance

Cuide para não conceituar pessoas por seu histórico, por suas origens ou por o que ela aparenta. Isto pode levar a sérios equívocos.
Um homem não é as roupas que veste, não é o lugar de onde veio, nem é o que fez no passado.
Conceituar as pessoas pelo o que fizeram no passado é não confiar na própria evolução do indivíduo, e está claro que todos os indivíduos evoluem em suas vidas.
Além disso, há muito sobre a vida de uma pessoa e seus supostos erros que escapam ao conhecimento e à compreensão de todos, por que há coisas que são essencialmente íntimas, e não é lícito fazer julgamento nenhum, que dirá daquilo que não se tem total conhecimento. (...)
Sim, uma pessoa pode regredir também, mas não é olhando o passado dela que você observará isso, mas com os olhos fitos no presente.
Mesmo que tenham cometidos erros gravíssimos no passado, é possível que essas pessoas se recuperem e evoluam de modo surpreendente, bastando que encontrem ambiente favorável e, no sorriso das pessoas, uma segunda chance.

Inserida por AugustoBranco