Charles Chaplin: Um dia por curiosidade que me persiste...

Um dia por curiosidade que me persiste perguntei a um poeta que fumava triste:
Poeta por que fumas com tanto ardor, e a cada vez que pões na boca triste, triste... Frase de Charles Chaplin.

Um dia por curiosidade que me persiste perguntei a um poeta que fumava triste:
Poeta por que fumas com tanto ardor, e a cada vez que pões na boca triste, triste faz versos de amor.
O poeta respondeu: Se vedes o que vejo, talvez fumarias mais do que fumo, pois a fumaça que vai se espalhando, pouco a pouco vai formando a imagem da mulher que mais amei.

Inserida por daya14