Desconhecido: É preciso remendar as rosas/ Que foram...

É preciso remendar as rosas/
Que foram rasgadas pela tempestade/
Esquecer o passado, arrancar/
Os sonhos acabados no jardim/
Deixar as dores, as cicatrizes/
Tatuar a alma com novos sonhos/
Não evocar os desejos/
De um amor proibido, inacabado/
Limiar a vida/
Como se nada tivesse existido/
Ser a crisálida/
Sair do claustro/
Não se deixar arrasar pelas dores/
De amores perdidos/
Jogá-los ao mar/
Sem ressentimento/
Cada poesia tem seu dia/
Cada dor sua época/
Anjos não arrastam/
Cipós nas asas/
As flores morrem/
Passou a tempestade/
Outro dia nasce/
Flores nascem depois da chuva/
É tempo de …/
Limiar

Inserida por ma.lion1993