Evandro Cruz: Vou alem atrás das montanhas, onde o...

Vou alem atrás das montanhas, onde o vento nasce, e o sol se acanha. Com a lua faço parceria, com as estrelas companheiras, no redoma de alegria, passa os dias, noites inteiras. Inspiração, realidade, imaginação, parcialidade, atração, maturidade, pegação, serenidade. A união da junção dos acontecimentos é o que se resume a vida, sentimentos compostos que juntos causam as mais diversas reações, a maior mistura do que é real e inverso. Nesse mundo paralelo onde nada é tudo e tudo é nada, do pouco que tenho perto do nada é muito, mas do muito meu pouco se torna nada, Flutuar, sentir, pensar, refletir. Faça das circunstancias monótonas e rotineiras da vida a verdadeira festa que é estar acordado. Após o fechar de olhos não a mais retorno, o caminho a se trilhar só poderá ser desvendado por você mesmo.

Inserida por EvandroCruz