Miguel westerberg: Apago a luz e fico no escuro com o meu...

Apago a luz e fico no escuro com o meu rosto virado contra parede,
Vendo passar as horas e escutando apenas sons distantes que me acalmam alma,
Tenho sono, mas o meu sono e tão pesado,
Que me faz sonhar sempre as mesmas coisas...

Um pássaro que dança sobre um céu azul cristalino que corta ao vento ou uma criança que se erguem e vê a sua sombra de um tamanho acima de si.

Os meus sonhos a minha sina, como um elo inseparável.

Inserida por israelwest