João Paulo Campos: Se fosse possível provar... Se fosse...

Se fosse possível provar...


Se fosse possível provar com palavras o quanto te amo, eu preferia ter nascido mudo. Amar não é se por em simples prova e nem simplesmente provar que se ama, mas sim, simplesmente amar e, na humildade do amor, se fazer amável e imprescindível.
Amar-te não é uma maneira de viver mais feliz, é uma maneira de viver, pois a vida sem felicidade não é vida e sem você não haveria felicidade. Você é um plano de Deus e, se o plano de Deus é perfeito, sua perfeição é indiscutível e vai muito além dos olhos. Pois você é perfeita pra mim, porquê até o que poderia ser julgado em você um defeito existe para me acrescentar e me ensinar a ser melhor, me fazer aprender a ser seu. Deus me deu muito tempo pra refletir sobre o que é o amor, e só então me deu você, pra que mudassem todos os meus conceitos, e, principalmente, pra que eu aprendesse a amar.
Vou viver cada dia com a intenção de te fazer feliz e só com toda uma vida eu poderei provar meu amor, pois se fosse possível provar com palavras o quanto te amo, eu nasceria mudo, ou a tarefa de toda uma vida estaria completa, traindo o sentido do verdadeiro amor. Por fim quero dizer o que certamente resumiria todas essas palavras, não fosse a minha ânsia vã em tentar embelezar o que naturalmente já se faz belo: eu te amo e não saberia viver sem você.
Mas na verdade, só o tempo há de dizer por mim o que as palavras não podem provar...

Inserida por jaopiao