Guilherme da mata nogueira: sangue dos olhos meus olhos cançado...

sangue dos olhos
meus olhos cançado buscam o ceu,
o azul foi tigido de negro,e os mortais
bebem meu sangue meu ar minha levesa
mais meu coração é de pedra não pode voar
com os meus pés feridos da chamas, me livrou
e me tornou imortal ganhei as alturas ...

Inserida por guilhermemata16