Catarina Portela: Existe um espaço em que ninguém pode...

Existe um espaço em que ninguém pode entrar.
Aquele espaço guardado para alguém em especial.
Um tesouro escondido no meio pedras sem qualquer valor.

Fazes tudo para o guardares para ti mesmo, e acabas por entrega-lo sem saberes.
Descobrem o melhor de ti, o pior, as manias, os tiques, o que está por trás de um silêncio. Completam frases antes de as terminares.
É assim, o amigo que tu não pedes, o homem que se apaixona, a pessoa que não pára de te observar.
É assim aqueles que se preocupam, os curiosos, os que procuram encontrar o que um dia perderam.

Sabes bem que furtas uma mente, mesmo assim tornas-te Explorador de Pensamentos, à espera de ouvir o que desejas.
Uma persistência e uma teimosia que te faz mais forte e vencedor, mas também faz de ti mais fraco e perdedor.
Pesquisador de Sentimentos, que avalias, condenas, exaltas e veneras. E esperas… esperas… desesperas…

Há de facto processos que não são controlados por nós.
Não podemos simplesmente desligar o interruptor quando nos avaliam sem sabermos, ou ligar quando queremos que tudo seja transparente sem ser necessário falar.

Só há algo pelo qual este interesse vale a pena, pelo tesouro guardado. Aquele tesouro que jamais se encontrará em outro lado.
A diferença entre algo fútil, e o que jamais será esquecido.
A soma de características impares que nos tornam Únicos.
A beleza incalculável do incomparável.

Inserida por CatarinaPortela