Eduardo Aragão Neto: A PROCURA... Vou... Mundo a fora. Não...

A PROCURA...

Vou...
Mundo a fora.
Não faço o tempo,
Mas, estou Sem tempo,
Nem sei as horas...
Assim, mim traz o vento,
O desejo de te amar.

Solidão...
Turva minha alma,
Que ansiosa sofre
Ao te esperar...

Vêm ecos inexistentes,
Que vagueiam noite e dia.
Só, tenho a lua,
Em minha companhia.

A sua procura,
Pela vida Eu vou...
Na espera,
Da próxima curva...
Eu desejo te encontrar,
Crivar de beijos quentes,
Em seu corpo
Eu quero dar!!!
Expulsando a solidão,
Que deseja me matar.

Eduardo Aragão Neto
22.06.2008

Inserida por aragao