Johann Goethe: ... ele gosta mais da minha...

... ele gosta mais da minha inteligência e dos meus talentos que do meu coração, o qual, todavia, é a única coisa de que me envaideço: fonte da minha força, da minha felicidade e de todo o meu sofrimento. Ah! O que sei, todos podem saber, meu coração, porém, só amim pertence.

Inserida por pblconstant