Lágrimas da Lua: este é o meu coração... De tantos...

este é o meu coração...
De tantos amores e por tanto amor, esqueci-me de todo seu significado.
Me perdi, no encanto, no sabor, e no odor. O amor que tanto abateu meu coração hoje partiu, pra um lugar distante e nunca mais irá voltar.
Trilhei muitos caminhos, os quais a vida me ofereceu, e me sentei na pedra existente no meio do cominho, não consegui ir adiante, me apavorei em voltar, nas desilusões que me foram impostas ali permaneci. Esperando o nada, o mesmo nada que compoe estas palavras.
Hoje mais velho, e quanto mais velho vou ficando, vejo que não só em mim o amor definha, mas definha nas promiscuidades daqueles que se aventura nas trilhas do amor, sem nem mesmo amar.
O amor que morre hoje, em meu coração, não existe nas novas gerações, está morrendo sem deixar legado.
Talvez pouco me resta, talvez um ultimo gole de wisk, um ultimo cigarro, talvez toque a ultima música no player.
Neste momento, tudo pode ser o último, embora esperaças padecem em leitos terminais, tudo que se pode parecer o ultimo, na ultima hora, pode se tornar o começo de tudo. E o nome disso se chama VIDA.

Portanto ame apenas uma vez, ame intensamente, ame com amor, ame com carinho, ame com respeito, ame com vida, porque o verdadeiro amor se apresenta somente uma vez, na vida de cada um, fora isso, tudo é ilusão, e o gosto que voce irá sentir é o amargo gosto da decepção.

Inserida por renegader