Ludwig Plateau: Não foram muitas vezes, porém as...

Não foram muitas vezes, porém as poucas vezes, foram com grande intensidade.
Tão forte que temo em fazer de novo, para não infectar as lembranças da última vez.
Mas gostaria de correr o risco!
Quem sabe um dia?!
Como aquela pessoa, que de tão acostumada com a tristeza, não consegue ser feliz sem ela!
Ou daquela outra, tão acostumada com a alegria nem contagia mais ninguém.
Gosto do meu lugar secreto onde a alegria e a tristeza divergem, separadas por uma linha tênue chamada você!
Sou um malabarista nessa linha..
Sou um parasita.
Sou tudo aquilo que não quero ser!
Hoje sou aquilo que um dia gostaria de ser e viver, mas ainda não tenho esperança que um dia isso aconteça!
Ainda está tudo tão longe!
A possibilidade, ainda que remota.
É, isso que eu sou!

Inserida por JPezzi