Geomário Salgado: Do Tempo e da Vida É preciso viver...

Do Tempo e da Vida

É preciso viver esperando
Do que tarde amanhecer calado
Morrer lutando com você
Do que padecer sem encontrar-se
E na luta constante dos dias
Enocntrar a mais vil testemunha
O tempo...
Ele não volta!
Cruel se faz a vida, amigo!
Que como fogo marcante
Faz do homem coisa mínima
Tenho certo que segura é a minha sina
Que de perto se reduz
E do horizonte é irredutível, ainda!

Inserida por geomario