Paulo DAuria: Queria ter uma sala mágica Que...

Queria ter uma sala mágica
Que adentraria por porta secreta
Para rever os meus amigos todos,
Os que moram no Minho ou em São Paulo,
Em Aracaju, Teresina, Barcelona,
E os que estão no céu.

Sala atemporal e imaterial,
Nela só existiriam a luz e alma,
Dos braços, os abraços,
Dos lábios, os sorrisos.

E prometo às companhias de aviação
Que não faria uso de tal poder
Para desestabilizar a economia mundial
Com clandestinas viagens de férias,

Não,
Só preciso
De um Olá, como vai?
Do cuidado diário,
Dos olhos nos olhos.

Nada,
Nada mais.

Inserida por lucijordan