Paulo DAuria: Paixão Nada, Certeza eu tinha, Mataria...

Paixão

Nada,
Certeza eu tinha,
Mataria a paixão
Em caixa lacrada
Encalacrada
Em meu coração
Na mão.

Mas cada
Instante tem fome
De traça
Corroendo as faixas
Vermelhas de seda.

Turbilhão,
Pandora ao reverso,
Arrastando razão.

Agora, eu não sei nada,
Amanhã, não serei.

Inserida por lucijordan