Carolina Abreu e Lima: INCOMPREENDIDA Ninguém vê... Ninguém...

INCOMPREENDIDA


Ninguém vê...
Ninguém percebe o que sinto por ti
É um gostar diferente
Do tipo que mexe com o coração da gente
E faz-me ficar horas a te esperar
Espero sentada, calada, perdida...
Espero segundos, minutos, horas...
Mas não vens...
A esperança não morre
E continuo a te esperar
Dia após dia
Espero teu olhar,
Teu sorriso...
Espero com esperança
De que um dia essa espera termine
E percebas...
Em meu olhar o teu sorriso
E em meu sorriso o teu olhar
Em meus olhos poderás ver
O quanto te quero e te espero
E em meu sorriso haverás de sentir
Tudo aquilo que em palavras
Não poderei transmitir.

Inserida por karol77