Jaak Bosmans: Branco. Tingiu-o o tempo. Tingiu-o...

Branco.

Tingiu-o o tempo.
Tingiu-o sonhos interrompidos.
Tingiu-o a neve do coração gélido
De um amor que me traiu.

Tento ainda traços coloridos.
Cores fortes, como os músculos da esperança.
Nos cabelos de um velho jovem.
Que ainda sonha que foi só um sonho.

Jaak Bosmans
27-10-2008

Inserida por JaakBosmans