Yhasmin Vieira: Quando vejo A brisa batendo nas árvores...

Quando vejo
A brisa batendo nas árvores
E com delicadeza
Tocando as folhas
Lembro do dia
Em que meu pensamento
Foi junto dela
Bisbilhotar você
E querer
Beijar-lhe a face, delicadamente
E as estrelas mostram um brilho intenso
E meus olhos lagrimejaram sob sua imagem
Fiel e ilustre imagem
Arrastarei com o tempo
Mas desde que ele pare
Só pra eu poder olhar-te
Mais um instante
Ah, delírio seria para o meu pulsante
Saborear seus risos
Penso em você
Mesmo quando não tenho a intenção
Mesmo quando não penso
Você me acompanha
Até quando durmo
Quando sigo preocupada
Em meu caminho solitário
Você me faz companhia
Digo te amo
Mesmo quando não tenho a intenção
Mas um instante
Em que meu pensamento
Desloca-se para seu ser, para
Beijar-lhe a face, delicadamente
E meus olhos lagrimejaram sob sua imagem
Lembro do dia
Em que meus olhos correram sobre sua face
Ah, delírio para o meu pulsante
Você me acompanhou desde aquele feliz momento
Mesmo quando não tinha a intenção
Fiel e ilustre imagem
Do meu amor mais verdadeiro.

Inserida por Yhasmin