Kellane Reis: Soneto De Realidade Ontem dormi ávida...

Soneto De Realidade

Ontem dormi ávida pelo hoje, por você
Imaginei muito, imaginei tanto....
Esqueci a realidade, e esse foi meu mal
Esqueci, que você era real

Encontrei-te como um sedento enfrente a água
E olhando sua face, ví um ser perfeito
Lindo e poético, como diaria...
Minhas pernas tremeram, e alí, o que faria?

Tomou-me como de súbito, era auspicioso
Meu coração batia, batia, batia...
Abri os olhos e alí estávamos

Então despertei para a realidade dos seres
Eu mulher, você homem, e essa vontade...
Depois achei melhor o sonho que a realidade.

Inserida por kellanyhreis