Fernando Luís de jesus: Luciana Hoje eu não sei o por que, mas...

Luciana

Hoje eu não sei o por que, mas eu vou te dizer;
Hoje eu não sei a onde, mas eu vou te dizer;
Bem perto da ilha dos anjos e em frente às flores encantadas
Hoje eu não sei o motivo, mas sem sentido vou te dizer,

Já passou aquele bondinho das flores murchas
Já passou ate aqueles pensamentos frios
Em qualquer dia e em qualquer noite calafrios
Deu-me vontade de abrir o vazio e a solidão,

Hoje eu não sei a onde, mas eu vou te dizer;
Hoje o desespero faz acontecer
Hoje o perdido se mata
Hoje eu não sei a espera, mas o sol vai nascer.

Inserida por spjd