Fernando Uynne Grimaldo.: Mudo Calado Corpo largado Braços...

Mudo
Calado
Corpo largado
Braços jogados
Peças de mim.
Desmontado, desatado
Gritos sufocados
Melancolia intransigente
Impregnada de você.
No fundo de cada copo
No reflexo de cada vidro
Eu surjo no escuro
E não acendo a luz.
Até a última gota
Na última ponta
Da última unha
Postergue
o
seu
adeus.

Inserida por ferdix