Francine Coelho: AMO! E, EMBORA ESSE AMOR ME ESTEJA A...

AMO!
E, EMBORA ESSE AMOR ME ESTEJA A CONSUMIR A PRÓPRIA VIDA...
EU O BENDIGO!
POIS NÃO HÁ FRUSTRAÇÃO TÃO GRANDE E, NEM TÃO GRANDE VAZIO...QUE OLHAR PARA TRÁZ E VER QUE NO CAMINHO QUE SE FEZ, NÃO RESTOU UMA FLOR PARA COLHER E NEM UM BEIJO DE AMOR PARA LEMBRAR.

Inserida por Xuda