Rô Smith: As horas No alvorecer da vida, pouco me...

As horas

No alvorecer da vida,
pouco me importavam as horas.
Afinal, elas eram longas, tinha
muito tempo ainda. Elas eram aliadas.

Depois, elas ficaram mais rápidas.
Os ponteiros se mexiam quase ao mesmo tempo,
na velocidade dos segundos.
Disputávamos!

Quando dei por mim, fazia tudo enquanto
observava o relógio. Comecei a respeitá-la;
afinal ela seguia em minha direção.

Hoje percebo que não há como vencê-la.
Tampouco como enfrenta-la. Enquanto
me perdia tentando pará-la,
as horas foram passando.
Perdi muito tempo, enquanto observava os ponteiros...

Inserida por Ro-Smith