Julio Goya: 1Nunca diga adeus Já mais precisei de...

1Nunca diga adeus

Já mais precisei de alguém,
tudo por mi mesmo
e difícil ter certeza;
não quero mais ser.
E fazer amor; era uma simples brincadeira.
Você sim foi e me fez de tolo.
Você acredita na minha canção.
Deixa-me acorda.
E ao meu lado, onde quer que eu vá
olhe nos meus olhos e você...
E você não pode me disser;
que não vale a pena,
morre por isso.
Não a nada que eu quero mais, do que isso.
O templo todo,
todo caminho.
Você não pode me dizer; que não vale a pena
tentar.
Eu aprendi, que a melhor parte do amor e surtir mentira.
Eu posso vê-lo, mais preciso que alguém me mostre.
E perdido de amor.
Quando me encontro, vendo o tempo passar.
Mais assim atravesso a porta.
A canção acaba comigo,
E choro um pouco.
E foi pego no meio do caminho,
quando eu me sento nesta pedra e fico
vendo o tempo passar as estrelas brilharem, e se apagarem,
Nunca diga adeus.
Persistido para nunca dizer adeus.
Nunca terminara...

Inserida por Goyajulio