Mauro Mesquita: Eternos amigos Parece que o tempo não...

Eternos amigos

Parece que o tempo não passou.
Que esqueceram de virar a filhinha,
ainda há marcas do primeiro dia.
Com certeza alguma coisa aconteceu!

Depois de uma longa conversa, as lágrimas,
que brotam no meu e escorrem pro teu.
A partir daí quantas vezes sorrimos juntos e,distantes choramos?
quantas vezes abraçamos e não nos encontramos?

Inúmeros erros e acertos.
No intervalo, saudade interrompida por vários encontros,
que na verdade não eram de verdade.
Até que não mais aconteceu.
Covardia do tempo,
tentando produzir algum esquecimento entre você e eu.

Mas, descobri um antídoto que vopcê precisa saber!
è só lembrar dos momentos bons que vivemos,
e sonhar com o que aconteceu,
é deletar da cabeça tudo aquilo que te ofendeu.

Recuperar o tempo perdido,
tocar o barco chorando ou sorrindo,
sem nunca esquecer que somos eternos amigos!

Inserida por djmauromesquita