Eduardo de Paula Barreto: VALORES As roupas não valem mais do que...

VALORES



As roupas não valem mais do que o corpo,

As luvas não valem mais do que as mãos,

O túmulo não vale mais do que o morto,

Nada do que o homem se veja envolto

Vale mais do que a sua evolução.



O homem que passa a sua existência

Apenas ajuntando riquezas materiais

Sem olhar para a sua essência,

É alma em decadência,

Pobre aos olhos espirituais.



O corpo não vale mais do que o espírito,

A experiência não vale mais do que o aprendizado,

O externo não vale mais do que o íntimo,

O teórico não vale mais do que o empírico,

O juiz não vale mais do que o réu julgado.



A letra não vale mais do que a palavra,

O texto não vale mais do que o seu autor,

Até a vida poderá não valer nada

Se passarmos por esta jornada

Sem sabermos distinguir o que tem valor.



Eduardo de Paula Barreto
www.opoetizador.com



.

Inserida por opoetizador