Adriano Hungaro: CÉU E INFERNO QUE JAMAIS SE FUNDEM Não...

CÉU E INFERNO QUE JAMAIS SE FUNDEM

Não queira viver a minha vida. Seria impossível pensar que conseguiria. Estamos afastados demais e seria quimera acreditar nessa possibilidade. Temos mundos diferentes, universos totalmente opostos. O meu é colorido e cheio de vida... o teu é griz, frio e sem brilho. Não há química, não há conectividade, não existirá jamais uma boa sintonia. Eu já não me arrasto como você se arrasta, já não sigo as regras medíocres que você segue e também não respiro o mesmo ar contaminado que te faz sobreviver. Não vivo de falsas aparências, de mediocridade e de máscaras de barro. Não preciso mentir para conquistar pessoas e nem tampouco iludi-las com manipulações emocionais. Eu sou eu... você é você. Em dois opostos, em dois mundos diferentes; em duas vidas diferentes. Céu e inferno que jamais se fundem!

Inserida por AdrianoHungaro