Deborah Strougo: Abra-te os olhos que não querem...

Abra-te os olhos que não querem enchergar,
condutas de maldizer que nos perseguem sem saber.
Abra-te os olhos que não querem enchergar,
as palavras vencidas que nos afundam em mentiras.
Pobre menina!
Abra-te logo os olhos que se fecham para a vida.
Abra-te logo os olhos que não enchergam a maldade se aproximar.
Pobre menina!
Abra-te os olhos; que cegos te enganam.
Abra-te os olhos; que há pessoas chegando!
Vamos menina, abra-te os olhos!
Estão chegando, cuidado!
Te farão mal, menina!
Anda, abra-te os olhos!
Não, não os abriu.
Adeus, menina!

Inserida por deborahstrougo