Fernanda Gaseta: Quando ela perguntou o que mais temia e...

Quando ela perguntou o que mais temia e ele começou a responder, parecia que o mundo ia se abrindo abaixo dos seus pés, os olhos subtamente se enxeram de lágrimas e só restou desviar o olhar. Olhou para todos os lados, mas não podia encará-lo de novo, não depois de tudo aquilo. Era uma dor tamanha que dava até enjoo, o corpo pesado, e aquela bola gigantesca crescendo na garganta, não demoraria muito pra ela desabar num choro profundo. Quando ele acabou de falar ficou encarando os própios pés na espera de alguma reação. Por mais que ele parecesse triste no fundo ela sabia que ele nem ligava. Ele nunca teve sentimentos, sempre foi gélido, e sempre seria, ela tinha a certeza que não seria ela a despertar nele aquele sentimento tão comum a todos. Num súbito, sentindo que não aguentaria mais nada, ela respirou fundo, levantou-se e saiu andando, as lágrimas correndo pelo rosto numa velocidade tamanha. Saiu, sem rumo e sem ao menos olhar para trás.

Inserida por flormaracuja