Tiago Santana de Oliveira: Solidão Sinto falta de um calor Sinto...

Solidão

Sinto falta de um calor
Sinto falta de um carinho
Sinto falta de um amor
De seu colo quentinho

Das horas de chuva sem querer fico assim
Desejando um aconchego
Todo o carinho pra mim

Carência repentina
Veio-me a atormentar
Mas são nessas horas indecisas
Que queremos chorar

Mas não é só um agrado de carinho
Um afeto sem jeitinho
Que incerto num cantinho
Assim me satisfaz

É aquela mão delicada
Que em meu corpo se ampara
Numa transmissão de calor mutua
Que me meu corpo se agrupa

Mas sem perceber tudo desvanece
E percebo que o acontecido
Foi mais uma ilusão do juízo
E continuo minha prece

Pra querer me amparar
Pra querer desejar
Pra querer me beijar
Pra a solidão enfim acabar

Inserida por Tiago1987