Jennifer Araújo: Quando paro;Quando paro, penso e...

Quando paro;Quando paro, penso e reflito. Quando reflito sobre a humanidade desumana que a cada dia que passa surpreende mais seu próximo com atitudes irreverentes seja com a natureza, seja contra o próximo, eu me pergunto, aonde nós chegamos? Isto é, chegamos a algum lugar? Vivendo, convivendo tentando continuar no crescimento, reacender a chama que se apaga no enfermo, enfermo esse que passa fome, passa frio, mas ainda sim passa, continua passando... Um passar inconstante, quanto uma miragem no deserto, quanto um objeto na neblina, não sabe se esta, não sabe se vai, não sabe se continua, nunca se sabe, sempre um passar. E eu ligo a TV e vejo, que esse ‘passar’ não passa de mais um passar, de mais uma crise nacional, constitucional que mais parece uma atitude irracional, contra a razão, sem ação nosso cotidiano esta mais pra abominação, não desejo que a cada dia que se passa minhas atitudes sejam em vão, não existe lógica para ações devastadoras e destruidoras que a cada dia gera mais transtorno, desconforto tanto cerebral quanto espiritual, será que não enxergam que isso tudo mais parece uma atitude animal?Ou será que já regredimos tanto no nosso modo de pensar, vivenciar, que já não existe mais um ‘comunicar’ e sim ‘atropelar’ uns aos outros... E eu peço, quase até me desespero, quero viver a minha vida e ter coisas boas a contar, e não viver em um mundo cinzento, fantasmagórico... E esse refletir não passa, pois quanto mais reflito procuro uma solução, porém ao aprofundar-me nessa reflexão vejo atitudes que me partem o coração. Esperançosa eu sigo, a procura de um irradiar nas nossas vida, facilitar a alegria, afinal amanha é um outro dia.

Inserida por jenniaraujo