Patricia Rocha: Da janela assistia a vida daquela garota...

Da janela assistia a vida daquela garota
Ela viveu um grande amor
Daqueles que parecem durar para sempre
Momentos felizes, inesquecíveis...
Vi o quanto ela o amava
Estavam juntos o tempo todo
Eram amigos, irmãos, amantes...
Ele não tinha ninguém
E buscou nela o amor que precisava
A garota o escutava, coisa que ninguém fazia
Parecia que ali havia um amor puro
Um amor verdadeiro
E tantas juras de amor foram feitas
E tantas pessoas ela o enfrentou por ele
E muitos sonhos ambos deixaram
Mas, um dia ele a deixou...
Sem mais, nem menos esqueceu-se de tudo
E aquela garota a quem ele jurou amor
Agora, parecia desejar-te a morte
Uma única lágrima de dor
Aquela garota derramou
Única lágrima que agora caía dos meus olhos
Sabe, por quê?
Por que, aquela garota...era eu!

Inserida por Kikapnb