Tássio: Eu queria não lembrar-te Queria...

Eu queria não lembrar-te
Queria esquecer que um dia fui teu
E que tu foste minha
Queria apagar da memória os momentos que passamos
Nossas viagens, planos e sonhos
Queria acordar desse pesadelo
No qual te vejo dizendo adeus
Ao invés do sempre dito “até já”
Serás agora de outro
Um felizardo que colherá o que semeei eu
Teu corpo pertencerá a ouras mãos
Teu vestido será enlaçado por outra camisa
E teus olhos admirados por outros olhos que não os meus
Mas o que me resta fazer?
Se o ato sem continuidade foi praticado por ti
De maneira convicta, sem dor e sem pena
Eu sei, já se passou bastante tempo
Mas as chagas ainda permanecem abertas
E sangram, sempre que tocadas
Minha boca ainda deseja a tua
E meu corpo pede o teu
Resta chorar
Se a paz acabou
Findou aquele sonho lindo
Hoje a realidade é dura e cruel
Porque me deixaste
Porque te foste...

Inserida por Tassio