Humberto: Vivemos em tempos Em que amar e esperar...

Vivemos em tempos
Em que amar e esperar ser amado
É o estranho...
Aos que dedicam afeto...
Desprezo e indiferença
É a retribuição dada!

Nestes tempos...
Adorar ao ser amado
É um "erro" imperdoável!

Quando por amar...
Nos chamam de loucos
Quando o nome do ente amado
Em uma poesia
É considerado ofensivo
Só resta...
Deixar de amar!

Ao atingir ao ápice
Da degradação
Só resta ao indivíduo...
Libertar sua'alma!

Inserida por humbertos.santos