Mário Rui Santos: E naquele abraço de brisa morna, do...

E naquele abraço de brisa morna, do parapeito da minha varanda vi a assustada partícula de pó afastar-se, em direcção ao rio tranquilo. Gritando aterrorizadamente satisfeita com o seu medo.

Inserida por MarioRuiSantos