André Luis Aquino: Eu te esqueci no dia que ao pisar num...

Eu te esqueci no dia que ao pisar num dos cacos do meu coração partido feri meus
pés e ao vê-los sangrando decidi que não queria mais sofrer por você.
Deslembrei de ti quando conheci outra pessoa que não me magoava como você me
magoou.Que não faria o que você me fez, que me respeita e me queria bem.Ainda
que você também me quisesse bem eu sei, mesmo sabendo que você me amava sim,
mais de uma maneira que não era o jeito que eu esperava que você me amasse.
Deixei você sair da memória do meu coração quando cansei de lutar, quando
percebi que você não seria o meu futuro e sim apenas o meu passado.Eu te amei,
muito, mas você abusou de mim, abusou da minha paciência.Abusou do meu amor mais
puro.
Rasgo o verbo assim que é para que você saiba que já não me lembro mais de
você, isso que você lê são apenas ecos de sentimentos que povoam meu
inconsciente, eu não penso mais em você, mas uma parte de mim ainda se lembra,
vagamente.A fila andou e meu orgulho foi sempre algo que me protegeu das dores
do mundo.
Como alguém disse um dia “O vento apaga as velas, mas atiça as fogueiras.”
Você é essa vela apagada.Há certas pessoas na vida da gente que vem para nos
ensinar através da dor.Você foi mais uma delas.Amanhã você será apenas uma
lembrança nos meus olhares distantes e perdidos quando eles estiverem
percorrendo as estradas do passado, mas apenas por alguns momentos, porque já
estarei aconchegada nos braços de outro e voltarei sã e salva ao meu presente.
Aprendi a viver sem você, melhor, aprendi a viver por outra pessoa.Saiba que é
apenas uma lembrança mesmo e que dia após dia está se tornando mais apagada e
apagada.
Foi assim que me esqueci de você, espero que você também já tenha se esquecido
de mim.O martírio talvez seja pra ti a melhor forma de me esquecer.Pague o
preço.

Inserida por camicamp