Divine: Com a ponta dos dedos Traço mil...

Com a ponta dos dedos
Traço mil caminhos
Alongo os minutos
Iludo os segundos
Traço círculos de fogo
Sussurros gemidos loucos e sentidos
Pedaço de mim envolve os sentidos
Devaneio insano que me seduz e extasia
A nudez do teu corpo encosta no meu
Onde a minha imaginação caminha
Campo de fantasia sonho e magia
Esse teu corpo que é um pecado
De luxúria e amor
Tu és um mistério solto pelo ar
Que me prende e fascina
És o meu prazer a loucura sem nexo
Sensações, movimentos, corpos em desalinho
Na cama no chão tudo é permitido
Sussurros ao ouvido molhando os caminhos..
Na pele, minha e tua a língua desenha desejos
Até ao meu mais íntimo suspiro,
Como descrever os teus olhos sem pensar em pecar..
Como falar do teu corpo sem o querer amar..
Sombras são vestígios da noite que me perseguem durante o dia
Nas certezas das incertezas com ou sem afinidades com destreza.
Gemidos e suspiros, enquanto as nossas bocas se exploram como loucas
Não mais há lugar para o pudor...
Fecha-me os olhos com teus beijos, faz-me sonhar com teus desejos...
Juntos deciframos cada movimento cada pensamento
Lambemos as palavras que se formam nos nossos lábios.

Inserida por Divine.