Beto Angeiras: vai, vai fazer poesia vai cada ano...

vai, vai fazer poesia
vai cada ano rimando
medindo apagando
vai
vai enquanto a peste
mata negra raivosa
um por um de sua aldeia
vai
vai fazer poesia
que beleza não tem hora
e nem tem dia
vai
deixa que a poesia
ela própria
corrige a vida.

Inserida por amendoa