Manoel de Barros: A tarefa mais lídima da poesia é a de...

A tarefa mais lídima da poesia é a de equivocar o sentido das palavras... Frase de Manoel de Barros.

A tarefa mais lídima da poesia é a
de equivocar o sentido das palavras

Manoel de Barros BARROS, M. Ensaios fotográficos. Rio de Janeiro: Editora Record, 2000.
3 compartilhamentos
Inserida por dianapilatti