Desconhecido: Se queres saber de mim Não olhes os...

Se queres saber de mim
Não olhes os meus retratos
Julgando saber-me assim.
»«
Se queres saber quem sou
Não busques nas minhas respostas
Quando perguntas onde vou.
»«
Se queres saber quem é
Esta que te sorri
Não olhes para a mulher.
»«
Que não me saberás pelo sorriso
Não me conhecerás pelas respostas
Meus retratos são imprecisos
A cada dia traço novas rotas.
»«
Se queres porventura, um dia
Entender deste coração
Olha meus olhos primeiro:
É neles que mora a poesia
Que me explica dia após dia
E me mostra por inteiro.
»«
Se queres saber-me de facto
Recomendo-te menos cuidado
Muito carinho, pouca fala
Mais riso e tato, muito tato

Inserida por anaferreira