Desconhecida: Estás longe... e até os céus choram a...

Estás longe...
e até os céus choram a sua ausência
Nos vidros da janela, as lágrimas escorrem
numa demonstração de tristeza.
e meu coração está apertado pela saudade que sufoca.
Ouço os rumores dos trovões gritando a sua falta
e tu não sentes nada.

És culpado pelas lágrimas que escorrem no meu rosto
e que são mais quentes que o vapor que sai da terra.
As lágrimas que caem do céu, caem e germinam a terra.
As lágrimas que caem do meu rosto, caem e nada germinam.
Pois tu não sentes nada e nem pensas no que podes abalar.

Pelo simples prazer de ir e nunca mais voltar.

Inserida por deborafroes