Nahuel Rodriguez: “Amor” Minha, do tempo ao intento...

“Amor”

Minha, do tempo ao intento
Amada de frutos, de galhos
Tingindo-me cada vez mais pensamentos

Amor inocente que o tempo não recicla
Fosco que de momentos inspira
Simples, que o próprio complexo se retira.

Inserida por nnanu