Nahuel Rodriguez: “Reloj” Cada ponteiro, segundo que...

“Reloj”

Cada ponteiro, segundo que passei...
Sentirei mais falta do que faltei
Sentirei mais falta do que não pensei

Mas se eu inverto o ponteiro das minhas faltas
E fizesse com que minhas faltas não fossem faltas

Não sentiria o aroma do prazer
Não sentiria os ruídos do tempo
Não sentiria as texturas do vento

Não sentiria o que senti um dia...
Um musgo brotando em meus poros para nascerem algumas palavras do meu coração.

Inserida por nnanu