Carlucho Vitaliano: Silêncio Silêncio! Silêncio para que...

Silêncio

Silêncio!
Silêncio para que eu possa
ouvir teu coração,
ouvir tua respiração,
teus passos,
teus sussurros.

Silêncio!
Silêncio para que eu possa
ouvir eu engolir seco,
ouvir teu estalar os dedos,
teu piscar de olhos,
teu bocejar.

Silêncio!
Silêncio para que eu possa
me ouvir te ouvindo,
ouvir meu pensamento em ti,
minha voz interior gritando teu nome
só para que eu mesmo ouça:
!
e, com o gosto recente do teu
beijo em minha boca,
Silêncio ...
e pensamento.

Inserida por odilabueno