Alimdul: Mais um dia E mais um dia passa sem que...

Mais um dia
E mais um dia passa sem que nada de novo aconteça. Mais uma noite chega sem que os meus olhos se cruzem nos teus, como naquelas noites em que um silêncio ensurdecedor nos invade, em que os sorrisos substituem as palavras. Esta é mais uma noite solitária que acompanha o teu soninho descansado à distância de um pensamento, em que as minhas mãos percorrem um teclado à mesma velocidade que profereria cada palavra.
Já não existem ouvidos que me escutem, já não existem mãos que se estendam na minha direcção. Rodeada de vazio, é assim que me acorrento às pequenas coisas que me fazem ser feliz. As pessoas afastam-se lentamente, talvez à mesma velocidade que me afasto delas. Talvez porque não façam sentido na minha vida. Talvez porque eu não as mereça. Talvez porque não as compreenda. Talvez porque elas não me compreendam.
Já nada disso importa... já nada disso faz sentido nas minhas preocupações. Talvez porque o vazio e a solidão tenham outro sentido para mim. Talvez porque os preenchi de detalhes que a vida me dá. Talvez por hábito, talvez por disfarce, talvez por... sei lá!
Olho para trás revivendo, olho para a frente esperando... O que passou, calou... e o que virá, dirá...

Se eu pudesse dar um conselho às pessoas, seria,
Amem-se primeiro.
Os benefícios a longo prazo do uso do amor próprio estão provados e comprovados pela ciência,
Já o resto de meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria experiência errante.

Inserida por alimdul