Marta de Paula: Não posso lembrar de ti sem que um...

Não posso lembrar de ti sem que um forte impulso me faça verter lágrimas e o coração bater a mil...
Que doce amor fundado na onda, terminado no vento, mas na memória foi cravado, como tal nome precioso num diamante!
tal dia belo, me trouxe a felicidade e a desventura!

Inserida por Poetisa83