Fernanda Jeanne: Por todas as vidas Amo-te! Nas frações...

Por todas as vidas

Amo-te!
Nas frações dos segundos
e no germinar de uma vida!
Nos minutos feitos em carinhos,
bailados perfeitos de pássaros.
No passar das horas,
em infindos horizontes de saudade.
Nas manhãs claras e no orvalho das rosas,
sol verde nas árvores.
Nas manhãs das tristes chuvas,
prantos que seivam raízes.
Nas tardes azuis de inverno e das violetas,
nos crepúsculos dos sofridos silêncios,
no amanhecer feliz de alegre sorrisos infantis,
nas noites de presépios com estrelas e luar...
Nas mansas águas,
sob o reflexo de gôndolas e cancioneiros.
Nas agonias dos vendavais,
barco de amor no oceano sem rumo.
Nas angústias dos tremendos temporais,
pés desnudos,
no frio das poças d'água.
Em vida/matéria.
Em vida/espírito.
Nos mundos da Eternidade,
por todas as vidas!...

Inserida por raaafis