MARCELO MORAES CAETANO: Eu não desejo oferecer consolo. Não...

Eu não desejo oferecer consolo.
Não quero estar numa reunião festiva.
Não imagino que escutar a "diva"
nos ofereça "indispensável" colo.

Não posso crer que haja tanto obstáculo,
que se precise fantasiar a voz.
Fale na sombra, já que, antes e após,
explode o mesmo - eternamente - oráculo.

Gente passou - Jesus? Moisés? Davi?
Grana ficou - dinheiro de ouro e arame.
Valor se muda - esmeralda descalça.

O mundo adapta a mendiga ao rubi,
coroa de espinhos, sem qualquer vexame,
quem o classificar de pedra falsa.

Inserida por caagui