Adriana Britto: Eu não quero alguém que morra de amor...

Eu não quero alguém que morra de amor por mim, só preciso de alguém que queira estar junto de mim, me abraçando. Não exijo que esse alguém me ame como eu amo, quero apenas que me ame como eu amo não me importo com que intensidade. Quero poder fechar os olhos e imaginar alguém e poder ter a certeza de que esse alguém também pensa em mim quando não estou por perto.

Nota: Trecho de um poema muitas vezes atribuído, de forma errônea, a Mário Quintana.

Inserida por juh.rodrigues